11.8.06

carta do guardador de recados


honey,

quero te guardar. ser um guarda-corpo, para te amparar. ser um guarda-costas, para te proteger. ser um guarda-luvas, para me dedicar aos teus guardados. como nas memórias das bailarinas de porta-jóias, rodopiando, peroladas, vendo cair as jóias do teu corpo suado. que medo aveludado é esse que toca o teu rosto? dou outra vez corda: um rodopio, um arrepio. era assim mesmo que devia ter sido feito? eu te disse que o amor é um tipo de escritura de sangue, uma raspagem de ossos e artérias. faz uma oração para mim? quero ser teu anjo da guarda. se ajoelha ao lado da cama, apóia os cotovelos no colchão, chama por nossa senhora do beijo, para eu te encher de beijos, de abraços, de laços perfumados. eu quero, como quero, te guiar, ser estrela-guia, ser um facho de luz, um guarda-sol, um guardanapo cheio do teu batom.

love you.

2 comentários:

camipoetisa disse...

que arraso, honey!

Anônimo disse...

tbem quero....
te quero...
=@@@@@@@@@@@

Pesquisar o malote